domingo, 30 de janeiro de 2011

IMAGINE...



Cantado desta forma ganha uma força especial...acho que me pegaram o "bichinho" do Glee além do da gripe!...

ATCHIM!


Esta casa virou enfermaria neste fim de semana!Sinto-me desintegrar a cada espirro,dói-me as pernas,as mãos,enfim o corpo todo!Há muito tempo que não me sentia assim...desta vez bateu forte!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

UMA HISTÓRIA...

A RÃ QUE NÃO SABIA QUE TINHA SIDO COZIDA

"Imagine uma panela cheia de água fria, na qual nada tranquilamente uma pequena rã. Um pequeno fogo debaixo da panela e a água aquece muito lentamente. Pouco a pouco a água fica morna e a rã, achando isso bastante agradável, continua a nadar. A temperatura da água continua a subir...
Agora a água está mais quente do que a rã gostaria. Sente-se um pouco cansada, mas, não obstante, isso não a amedronta. Agora a água está realmente quente e a rã começa a achar desagradável, mas está muito debilitada. Então aguenta e não faz nada...
A temperatura continua a subir, até que a rã acaba, simplesmente, morta e cozida. Se a mesma rã tivesse sido lançada directamente na água a 50 graus, com um golpe de pernas teria pulado imediatamente da panela. Isto mostra que, quando uma mudança acontece de um modo suficientemente lento, escapa à consciência e não desperta, na maior parte dos casos, nenhuma reacção, nem um pouco de oposição ou alguma revolta.
Se ainda não estás como a rã, já meio cozida, dá um golpe de pernas, antes que seja tarde demais."
Olivier Clerc

Nesta pequena história,que não é propriamente uma história para crianças,Oliver Clerc(escritor e filósofo)leva-nos a pensar no que pode acontecer quando não tomamos consciência da mudança que afecta a nossa saúde, as nossas relações, a evolução social e o meio ambiente.
Quando uma mudança vai acontecendo devagarinho, escapa à nossa consciência e nós não reagimos(ás vezes por um certo comodismo)e não tomamos nenhuma atitude...

Quando tomamos consciência,estamos mortos!...Portanto meus amigos,estejam alerta,não se deixem ficar muito tempo no jacuzzi e dêem o salto.Mais vale partir uma perna do que acabar em sopinha de rã!

NUNCA DUVIDEI

"The ordinary acts we practice every day at home are of more importance to the soul than their simplicity might suggest."
Thomas Moore

Nunca duvidei...sobretudo quando se avaria a máquina e tenho que lavar tudo à mão!!!Nesta altura do campeonato só me faltava mais isto!...

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A MORRER DE CANSAÇO...



Estou a morrer de cansaço...acho que estou agora a acusar a ressaca de um ano louco de trabalho e emoções...e para ajudar,ando às voltas com o Projecto Curricular(que já devia estar pronto desde Outubro!),com os PDI e reuniões umas atrás das outras!Esta manhã quase precisei de uma grua para me levantar...
Amanhã é outro dia,por isso:caminha!

sábado, 22 de janeiro de 2011

PARA SER ATUAL

Enviaram-me um texto bastante interessante que vai ajudar a entender o novo acordo ortográfico para que passemos a ser mais recetivos, atuantes, atuais, ativos e para que consigamos cumprir o pacto(e não o pato!)Portugal-Brasil.



Um cê a mais

"Quando eu escrevo a palavra ação, por magia ou pirraça, o computador retira automaticamente o c na pretensão de me ensinar a nova grafia. De forma que, aos poucos, sem precisar de ajuda, eu próprio vou tirando as consoantes que, ao que parece, estavam a mais na língua portuguesa. Custa-me despedir-me daquelas letras que tanto fizeram por mim. São muitos anos de convívio. Lembro-me da forma discreta e silenciosa como todos estes cês e pês me acompanharam em tantos textos e livros desde a infância. Na primária, por vezes gritavam ofendidos na caneta vermelha da professora: não te esqueças de mim! Com o tempo, fui-me habituando à sua existência muda, como quem diz, sei que não falas, mas ainda bem que estás aí. E agora as palavras já nem parecem as mesmas. O que é ser proativo? Custa-me admitir que, de um dia para o outro, passei a trabalhar numa redação, que há espetadores nos espetáculos e alguns também nos frangos, que os atores atuam e que, ao segundo ato, eu ato os meus sapatos.

Depois há os intrusos, sobretudo o erre, que tornou algumas palavras arrevesadas e arranhadas, como neorrealismo ou autorretrato. Caíram hifenes e entraram erres que andavam errantes. É uma união de facto, para não errar tenho a obrigação de os acolher como se fossem família. Em 'há de' há um divórcio, não vale a pena criar uma linha entre eles, porque já não se entendem. Em veem e leem, por uma questão de fraternidade, os és passaram a ser gémeos, nenhum usa chapéu. E os meses perderam importância e dignidade, não havia motivo para terem privilégios, janeiro, fevereiro, março são tão importantes como peixe, flor, avião. Não sei se estou a ser suscetível, mas sem p algumas palavras são uma autêntica deceção, mas por outro lado é ótimo que já não tenham.

As palavras transformam-nos. Como um menino que muda de escola, sei que vou ter saudades, mas é tempo de crescer e encontrar novos amigos. Sei que tudo vai correr bem, espero que a ausência do cê não me faça perder a direção, nem me fracione, nem quero tropeçar em algum objeto abjeto. Porque, verdade seja dita, hoje em dia, não se pode ser atual nem atuante com um cê a atrapalhar."


Manuel Halpern



UMA VERDADE

"Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade."

Confúcio

Confúcio viveu na China no século VI(a.C.)mas deixou-nos uma grande verdade.Em pleno século XXI(d.C)podemos comprovar isso mesmo!Quando passamos por momentos menos bons da nossa vida parece que alguns "amigos" nos fogem ou simplesmente não aparecem sob o pretexto de não se quererem envolver por serem demasiado amigos...talvez a culpa também seja nossa:estamos demasiado envolvidos em pensamentos que na primeira oportunidade precisamos "de deitar cá para fora" e torna-mo-nos uns chatos!...Por outro lado há pessoas que se revelam tão pequeninas,tão mesquinhas,tão feias que pouco a pouco vão minando o terreno à nossa volta e por momentos senti-mo-nos isolados numa pequena ilha porque as pessoas nos dizem que"não posso estar aí"...felizmente há sempre alguém que nos dá um "hello,estou aqui"... são os de qualidade!Em todos os momentos de solidão interior eu sinto que saio fortalecida...e da melancolia de hoje eu tirarei frutos concerteza!

"No Final, nós nos lembraremos não das palavras dos nossos inimigos, mas do silêncio dos nossos amigos." (Martin Luther King)

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

PENSO E PASSO

PENSO E PASSO

Quando penso que uma palavra
Pode mudar tudo
Não fico mudo
Mudo

Quando penso que um passo
Descobre o mundo
Não paro o passo
Passo

E assim que passo e mudo
Um novo mundo nasce
Na palavra que penso.


Alice Ruiz

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

ARTE DA INFÂNCIA

                       

Esta será uma boa opção(vou ter que começar a ter cuidado com o acordo ortográfico!)para quem precisar de decorar algumas paredes...Acho que vou começar a fazer mais pinturas colectivas com os meus meninos e ainda me candidato a uma exposição em Serralves!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

CARTA AO PROFESSOR

"Caro Professor

Ele terá que aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, por cada vilão há um herói, que por cada egoísta, há também um líder dedicado, ensine-lhe por favor que por cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada, ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso, faça-o maravilhar-se com os livros mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos. Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando está triste, e explique-lhe que por vezes os homens também choram. Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e também fé em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou a pedir muito, mas veja o que pode fazer, caro professor. "

Abraham Lincoln, década de 1830, 16º Presidente dos EUA



Esta carta é atribuída a Abraham Lincoln e terá sido enviada ao professor do seu filho...Década de 1830?Gostaria que em 2011 esses valores fossem o que todos os pais privilegiassem para os seus filhos!

domingo, 16 de janeiro de 2011

HÁ MOTIVOS PARA ACREDITAR...



Sem dúvida que precisamos de acreditar que o amanhã será bem melhor e enquanto esperamos e fazemos alguma coisa por ele, façamos uma pausa para uma coca cola,pois é sem dúvida, a minha bebida de eleição!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

MAIS UM PENSAMENTO


"Better to write for yourself and have no public, than to write for the public and have no self."
 Cyril Connolly



A VIDA É COMO CHOCOLATE QUENTE




"Um grupo de jovens licenciados, todos bem sucedidos nas carreiras, decidiu fazer uma visita a um velho professor, agora reformado.
Durante a visita, a conversa dos jovens alongou-se em lamentos sobre o imenso stress que tinha tomado conta das suas vidas e do seu trabalho. O professor não fez qualquer comentário sobre isso e perguntou se gostariam de tomar uma chávena de chocolate quente. Todos se mostraram interessados e o professor dirigiu-se à cozinha, de onde regressou vários minutos depois com uma grande chaleira e uma grande quantidade de chávenas, todas diferentes – de fina porcelana e de rústico barro, de simples vidro e de cristal, umas com aspecto vulgar e outras caríssimas. Apenas disse aos jovens para se servirem à vontade. Quando já todos tinham uma chávena de chocolate quente na mão, disse-lhes:
– Reparem como todos procuraram escolher as chávenas mais bonitas e dispendiosas, deixando ficar as mais vulgares e baratas... Embora seja normal que cada um pretenda para si o melhor, é isso a origem dos vossos problemas e stress. A chávena por onde estais a beber não acrescenta nada à qualidade do chocolate quente. Na maioria dos casos é apenas uma chávena mais requintada e algumas nem deixam ver o que estais a beber. O que vós realmente queríeis era o chocolate quente, não a chávena; mas fostes conscientemente para as chávenas melhores...
Enquanto todos confirmavam, mais ou menos embaraçados, a observação do professor, este continuou:
– Considerai agora o seguinte: a vida é o chocolate quente; o dinheiro e a posição social são as chávenas. Estas são apenas meios de conter e servir a vida. A chávena que cada um possui não define nem altera a qualidade da vossa vida. Por vezes, ao concentrarmos-nos apenas na chávena acabamos por nem apreciar o chocolate quente que Deus nos ofereceu. As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo, apenas sabem aproveitar ao máximo tudo o que têm. Vivei com simplicidade. Amai generosamente. Ajudai-vos uns aos outros com empenho. Falai com gentileza…
… e apreciai o vosso chocolate quente."
(autor desc.)

domingo, 9 de janeiro de 2011

FRASE DO DIA


"Não é amar: viver em função do outro, viver em uma confusão de pensamentos e sentimentos que tiram o foco, viver triste, com receio da perda, do abandono, da mentira, aceitar migalhas, viver se rastejando, falar o que não sente, conceder indefinidamente, adiar sonhos, encolher, esconder-se, deixar-se morrer, anular-se."

Sandra Maia

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

APONTAR O DEDO...

Hoje dei comigo a pensar que se o Professor Carlos Jorge desse uma vista de olhos no meu blog talvez se arrependesse da nota que lhe atribuiu!...Afinal de contas um blog que teoricamente deveria ser sobre Educação levou um "volt face" e de educação pouco que se tem falado aqui...
Mas na verdade eu continuo fiel aos meus princípios e desde o primeiro momento que eu disse que aqui iria postar tudo o que me "viesse à ideia".
Hoje apetece-me falar daquelas pessoas que vivem apontando o dedo aos outros,que criticam e exigem dos outros determinados comportamentos e,....no minuto seguinte acabam por fazer a mesma asneira...Acho que as pessoas precisam mesmo de pensar duas vezes antes de falar em vez de falarem duas vezes antes de pensar e além disso devem pensar que quando apontam um dedo têm três a apontar para si.


segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

COINCIDÊNCIAS

COINCIDÊNCIAS QUE FAZEM PENSAR.....

-Notícia de ontem do site da RTP: "Cerca de 30% dos portugueses sofrem de
perturbações mentais".

-Sondagem da semana passada divulgada na comunicação social: "Sócrates
recolhe 30% da preferência de voto dos Portugueses

ESTOU ASSIM.....



Hoje estou assim...Voltar ao trabalho depois de umas merecidas férias de Natal custa muito!

domingo, 2 de janeiro de 2011

A HOMILIA

Ontem fui à missa.Missa de Ano Novo.Missa vespertina.Missa do primeiro aniversário.
A homilia do padre foi sobre um tema muito actual:a impunidade com que hoje se diz e faz determinadas coisas,a facilidade com que se diz mentiras e depois se vira a página e tudo bem...diz-se qualquer coisa mais simpática,e põe-se uma "pedra no assunto"...até à próxima;que não se pode viver "preso ao passado" esquecendo que foi no passado que se construiu o presente...
Hoje na net descobri uma imagem do "rebanho do Senhor":


Conseguem descobrir os tais espécimes de que vos falei?Pois é...eles estão lá...eles estão muito perto...e continuam a dizer verdadeiras mentiras e vão contando umas falsas verdades,dando a imagem de verdadeiros arrependidos e vitimas da situação da qual não têm culpa nenhuma!!E se calhar até são os únicos e verdadeiros culpados...Será?Quem sabe!..."Como a verdade vem sempre ao de cima" e "a mentira tem perna curta" eu acredito que mais breve do que o que se pensa tudo se vai descobrir...e acreditem que quando penso no assunto "é para o lado que eu durmo melhor" e nem preciso de contar ovelhas para adormecer!!!

sábado, 1 de janeiro de 2011

EU SEI QUEM TE PERDEU

SE ESTIVESSES AQUI....

Se estivesses aqui...talvez tudo estivesse diferente.E estaria.
Se estivesses aqui...talvez a vida fosse diferente.E seria.
Se estivesses aqui...talvez eu fosse um pouco mais feliz.E seria.
Se...mas não estás.Já não me dás conselhos,já não me dás sermões,já não me ensinas receitas,já não me contas histórias,já não me dás colo nem a mão.
Ou se calhar até estás...e por me dares conselhos vou sendo paciente,
e por me dares sermões vou acertando algumas coisas na minha vida,
e por me contares histórias continuo a lutar pelos meus sonhos,
e por me dares a mão eu ainda não tropecei.
Acredito que estás...porque muitas vezes te sinto!Ainda vejo o teu sorriso e sinto o teu olhar desde a "torre de vigia",porque ainda te ouço no silêncio...
E em todos estes dias,umas lágrimas contidas...que parecem rebentar o meu peito!
Outras não contidas que me parecem lavar a alma...
Porque não há um único dia que eu não me lembre,que eu não recorde,que eu não pense "se estivesses aqui"...tudo seria diferente!
Mesmo sabendo que tu estás
Nessa presença ausente ou nessa ausência tão presente!...
Afinal de contas tu estás.Estiveste,estás hoje e estarás sempre do meu lado...
Mas se realmente aqui estivesses,como sinto que estás,gostava de te dizer uma coisa.Talvez duas.Ou muitas coisas,uma das quais nunca pensaste ouvir:Começo finalmente a gostar do meu nome,do teu nome,ao qual juntei este ano o titulo,que tu sempre me aconselhaste.
E.......sinto muito a tua falta um ano depois!