sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

UM FELIZ ANO NOVO

                      

"Um optimista fica acordado até meia-noite para ver a entrada do ano novo. Um pessimista fica acordado para ter a certeza de que o ano velho se foi."

Bill Vaughn.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

COISAS PARA LEMBRAR E CONCRETIZAR EM 2011

ANO VELHO X ANO NOVO


Se parar um pouco e fizer um balanço do ano que está quase a terminar,acho que posso considerar um saldo positivo!Aliás nós temos mesmo que ver o lado positivo de tudo o que acontece nas nossas vidas.Não é demagogia,acreditem! É e sempre foi o meu lema de vida.
Em 2010 quantas mudanças na minha vida...quantas coisas aconteceram...quantos desafios a que me propus...quantas confirmações...quantas coisas boas que me fazem sorrir quando penso nelas...quantas coisas más que me fizeram sofrer mas com as quais cresci e aprendi...
Por tudo isto posso dizer que todos os 365 dias valeram a pena!
O que me espera em 2011?Não sei nem ninguém sabe...mas acho que também não quero saber...peço só que não seja pior que este.
Eis o que eu desejo aos meus amigos...,aos que não o são...,aos que deixaram de o ser...e aos que começam a ser:um 2011 cheio de coisas boas,com uvas passas e champanhe,com lingerie azul,em festas,com amigos, com ou... sem nada disto mas com uma grande vontade de deixar brilhar a nossa "luzinha",de nos sentirmos bem,de nos sentirmos vivos,úteis e principalmente, de nos permitir outros voos!...
UM FELIZ ANO A ESTREAR....

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O ANTES E O DEPOIS


 Aqui está o resultado do meu bricolage de férias de Natal... restaurei a cama da minha meninice para o quarto da minha filha.Modéstia à parte acho que o resultado é fantástico e descobri mais uma habilidade que desconhecia...
Ao Nelson aqui fica um obrigada pelo contacto nas tintas!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

DECIDI

NO NOVO ANO:MUDE!

"Mude.Mas comece devagar, porque a direcção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, do outro lado da mesa.Mais tarde, mude de mesa.Quando sair procure andar pelo outro lado da rua. Depois, troque o caminho, ande calmamente por outras ruas, observando com atenção os lugares por onde você passa.Tome outros ónibus. Mude por um tempo o estilo das roupas; dê os sapatos velhos, e procure andar descalço alguns dias - nem que seja em casa.Tire uma tarde inteira para passear livremente, ouvir o canto dos passarinhos ou o ruído dos carros.Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.Durma no outro lado da cama. Em seguida, procure dormir em outras camas.Assista a outros programas de TV, leia outros livros, viva outros romances - nem que seja em sua imaginação.Durma mais tarde. Durma mais cedo.Aprenda uma palavra nova por dia.Coma um pouco menos, coma um pouco mais, coma diferente; escolha novos temperos, novas cores, coisas que você nunca ousou experimentar.Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.Almoce mais cedo, jante mais tarde, ou vice-versa.Tente o novo todo dia: o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, a nova posição.Escolha outro mercado, outra marca de sabonete, outro creme dental.Tome banho em novos horários.Use canetas de novas cores.Vá passear em outros lugares.Ame cada vez mais, de modos diferentes. Mesmo achando que a outra pessoa pode ficar assustada, sugira o que sempre sonhou, na hora do sexo.Troque de bolsa, de carteira, de malas, compre novos óculos, escreva outras poesias.Abra conta em outro banco. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.Mude. E pense seriamente em arrumar outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais parecido com o que você espera da vida, mais digno, mais humano.Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as: seja Criativo.E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude de novo. Experimente outra vez.Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso que importa. O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.Só o que está morto não muda, e você está vivo."

Edson Marques

domingo, 26 de dezembro de 2010

O "CRIME" NÃO COMPENSA...



Espero ansiosamente pelo dia, em que "os" vou ver transformados em bifes...e nessa altura estarão a preço de saldo!!!!!...

HÁ PESSOAS QUE JÁ NÃO ME SURPREENDEM....















Conhecem algum espécime como este?Posso-vos garantir que no Porto e arredores há alguns!...talvez em vias de extinção mas que os há,há!
Quem já não se surpreendeu com alguém na vida?
Por vezes surpresas boas,por vezes más...
As boas são sempre bem-vindas!
As más deixam-nos tristes e desiludidas,pois na generalidade das vezes nos desiludimos com quem,algum dia esteve muito próximo de nós,em quem um dia confiamos,acreditamos,de quem gostamos!...
Felizmente,são uma espécie em minoria e,acredito,em vias de extinção(eu acredito "que cá se fazem,cá se pagam!"),pois também conheço muita gente boa e que talvez nem saiba o quanto têm sido importantes na minha vida.
Os valores que sempre considerei correctos,nos quais fui educada e que procurei incutir nos meus filhos-honestidade, sinceridade, carácter,verdade,amizade- para outras pessoas não valem nada!E as desculpas que dão para os seus comportamentos e atitudes,são as chamadas "desculpas esfarrapadas"tal e qual a sua pele de ovelha que aos poucos deixam a descoberto o seu pêlo de lobo!......

sábado, 25 de dezembro de 2010

100% NATAL

DIZEM QUE NASCEU UM MENINO...


NATAL...Dizem que nasceu um menino!...Que veio trazer Paz e Amor.
Podia perguntar como correu o Natal,mas não o vou fazer!Se não estamos doentes e se não sofremos com a doença de alguém muito querido,é sinal de que tudo correu bem.
Podia perguntar como correu o Natal,mas não o vou fazer!Iriam falar-me dos presentes e eu não quero saber!Se receberam mais do que precisam,afinal não há a tão falada crise!
Podia perguntar como correu o Natal,mas não o vou fazer!Iriam falar-me do que comeram e eu não quero saber!Se comeram mais do que a conta não se lamentem de que engordaram nestes dias!
Pergunto sim,se sentiram neste Natal a presença do Menino e se efectivamente interiorizaram essa Paz e Amor que ele nos veio trazer?È que isso sim eu gostava de saber porque será uma ante visão do novo ano que aí vem.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

POEMA DE NATAL



Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.

Vinicius de Moraes

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

                        

Antes de começar os preparativos para o jantar de amanhã aqui fica o meu desejo de Feliz Natal para todos,mas muito em especial para quem esteve sempre presente ao longo do ano.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

NÃO ESQUEÇAM O SENTIDO DO NATAL

                              

RECICLANDO AS MEIAS

Lembram-se do que escrevi em Agosto sobre o que fazer às meias desemparelhadas?Aqui está uma sugestão para decoração da árvore de Natal.
Este ano na minha Instituição pedimos a cada criança que com os pais,dessem asas à criatividade e decorassem uma meia.
Surgiram meias muito engraçadas e não tenho dúvidas de que o tempo que pais e filhos passaram juntos na sua elaboração foi muito agradável.

domingo, 19 de dezembro de 2010

ENVELHECER NUM MINUTO

                      



Num tempo em que se vive num eterno stress,em que as pessoas se preocupam mais consigo,em que perdem muito tempo com intrigas e mentiras este é sem duvida um vídeo para meditar...a vida é muito curta,o tempo passa a correr e quando damos por ela...já foi!!...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

PRESENTE DE NATAL

PRENDAS


Natal.Prendas.Estou atrasadíssima e o pior é que a crise instalou-se e a "criatividade económica" não é muita...
Tenho que tratar desse assunto ainda esta semana.

FRASE DO DIA

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,  mas na intensidade com que acontecem ...
Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis"

  Fernando Pessoa

 Para o bom e para o mau devemos estar preparados para esses encontros e para as surpresas que nos surgem.Os negativos dão-nos "estaleca" para seguir em frente,os positivos ajudam-nos a continuar!...Por isso agradeço a ambos os pólos que encontrei que me ajudaram a ser quem sou.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

TODOS IGUAIS, DIFERENTES.....

                       


Bonita canção, bonita melodia,bonita mensagem que deve ser lembrada sempre!...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

FELIZ DIA DA INDEPENDÊNCIA



Em Portugal celebra-se hoje a Restauração da Independência.
Eu também celebro a independência...mas não tem nada a ver com a Monarquia!...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

AFINAL CHOVEU



 Enganei-me redondamente...choveu o dia todo e o resto da semana parece que vai ser assim! Vale-me o feriado de Quarta-feira que apesar de ser um replay do dia de ontem,vou aproveitar para iniciar as minhas decorações de Natal.
Adoro esta época,gosto das lojas nesta altura,gosto de pôr a minha casa bonitinha,agrada-me o cheiro a canela,enfim adoro o Natal.No entanto este ano sofro por antecipação pois vai ser muito difícil passar o Natal,festa de família,sem a família completa!
Que saudades daquela noite em que a apanhei a descer as escadas carregada de embrulhos,e em que descobri que não é o Menino Jesus que nos traz os presentes!...Ele dá-nos é força para seguir em frente.

domingo, 28 de novembro de 2010

AAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

  

Apetece-me gritar......paciência tem limite!!E lá se foi o meu relax de ontem....mas calma amanhã será outro dia lindo de sol (mas muito frio-ai a minha gripe!) mas será segunda feira e já não tenho aulas e poderei ficar atirada no sofá.

sábado, 27 de novembro de 2010

TUDO A QUE TENHO DIREITO.....

Primeiro sábado desde há muito tempo,em que sou "senhora"do meu tempo:comecei o dia a acordar sem despertador, seguido de uma ida ás compras (que um "trapinho" novo já fazia falta no meu armário,)regresso ao meu SPA com tratamento completo e vou terminar o dia com um jantar com bons amigos....Mereço um
dia assim...tudo a que tenho direito!


                            

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

WE ARE THE WORLD-25 ANOS DEPOIS



Qualquer campanha de solidariedade é sempre bem vinda...25 anos depois esta nova versão para ajudar o Haiti  faz-nos pensar que em Portugal queixa-mo-nos muito da "crise" mas na realidade há quem passe por situações muito piores e das quais vão demorar muito a ultrapassar...
A música continua linda!

APRENDEMOS COM A BANDA DESENHADA

                         


È sempre muito bom rever os desenhos animados que marcaram a nossa infância...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

ENCERRANDO UM CICLO



Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos – não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedido do trabalho? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu.
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó.
Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seu marido ou sua esposa, seus filhos, seus amigos, sua irmã, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.
Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardio, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora.
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração – e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixa ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceites, promessas de emprego que não tem data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa – NADA É INSUBSTITUÍVEL, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

Paulo Coelho

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

É OFICIAL! TERMINEI....





Boa noite a todos:

É oficial...terminei o Curso de Complementos de Formação esta noite e embora ainda me falte sair as notas de seis unidades curriculares (já as considero como "favas contadas..." espero que não dê azar!)estou muiiiiiiiiiiiiiiiito FELIZ e gostava de partilhar este momento. Fechei mais um ciclo da minha vida e outros ciclos virão.

domingo, 21 de novembro de 2010

SE O HOMEM PENSASSE....



Se o homem pensasse como o pássaro…festejaria cada amanhecer com uma linda canção.
Se o homem pensasse como o cavalo…ultrapassaria os obstáculos com classe, firmeza e determinação. 
Se o homem pensasse como o cão…faria do amor uma constante troca de carinho, lealdade e fidelidade. 
Se o homem pensasse como o gato…teria calma e equilíbrio em qualquer dificuldade
Se o homem pensasse como a abelha…constataria que nada se constrói sozinho. 
Se o homem pensasse como a formiga…veria que trabalho e sucesso trilham o mesmo caminho. 
Se o homem pensasse como a baleia…veria a importância do poder da solidariedade
Se o homem tivesse a pureza e a simplicidade de ser dos animais…a paz mundial deixaria de ser um sonho e seria uma realidade.

(Autor desconhecido)

sábado, 20 de novembro de 2010

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

PROJECTO DE INTERVENÇÃO SÓCIO EDUCATIVA

Os Projectos de Intervenção Sócio Educativa são muito importantes porque incentivam à mudança.Estes projectos nascem de um desejo de mudar uma realidade,"são acções estruturadas,intencionadas e pensadas" por um grupo que parte do diagnóstico de uma realidade,de um determinado problema,para contribuir para uma melhoria da situação.
Um projecto pode ser considerado uma ponte entre os nossos desejos de mudar a situação e a realidade.Sabendo que a Escola tem um conjunto de responsabilidades na formação integral das crianças,é importante que todos,docentes ou não,devam intervir na mudança de comportamentos.Os Educadores têm sem dúvida,força na mudança de comportamentos!Por nos apercebermos de determinadas situações diagnosticamos determinadas situações e temos a possibilidade de tomar decisões e de nos mobilizarmos para a sua resolução.Poderemos dizer que temos um duplo papel:de investigadores e Educadores.Por esse motivo um Projecto de intervenção caracteriza-se por ser um projecto de Investigação/Acção.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

PROJECTO GRAU ZERO

                           


Falaram-me deste projecto que achei super interessante, sobretudo para quem trabalha em creches...para um primeiro contacto com a pintura nada melhor do que tintas comestíveis. É isso mesmo:os pigmentos são feitos a partir de produtos alimentares.O castanho,por exemplo,é  uma pasta de alfarroba.Há coisas fantásticas,não há?
Criatividade,originalidade,liberdade,enfim...aprendizagem em acção.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

TUDO O QUE HOJE PRECISO SABER.....





TUDO O QUE HOJE PRECISO REALMENTE SABER, APRENDI NO JARDIM DE INFÂNCIA


Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontra no topo de uma montanha nem no último ano de um curso superior, mas no monte de areia do recreio do Jardim de Infância onde se pode aprender tudo o que é necessário saber na vida. Estas são as coisas que aprendi lá:

1. Partilhar.
2. Respeitar as regras do jogo.
3. Não bater nos outros.
4. Guardar as coisas nos sítios onde estavam.
5. Manter tudo sempre limpo.
6. Não mexer nas coisas dos outros.
7. Pedir desculpa quando se magoa alguém.
8. Lavar as mãos antes de comer e rezar antes de dormir.
9. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem.
10. Respeitar o outro.
11. Levar uma vida equilibrada: aprender um pouco, pensar um pouco... e desenhar.. e pintar... e cantar... e dançar... e brincar... e trabalhar um pouco todos os dias.
12. Tirar uma soneca às tardes.
13. Quando sair,ter cuidado com os carros.
14. Dar a mão e ficar junto.
15. Reparar nas maravilhas da vida.

 Robert Fulghum,1988

PS:
Pegar em qualquer um desses itens, colocar em termos mais adultos e sofisticados e aplicar à nossa vida familiar, ao nosso trabalho, ao nosso grupo de amigos  ou ao nosso mundo  veríamos como ele é verdadeiro, claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertor para uma soneca. Ou se todos tivessem como regra básica devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a confusão ao sair.

Estas são verdades, não importa a idade.

Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos.

domingo, 7 de novembro de 2010

UM DIA EU PERCEBI






Um dia eu percebi
que a vida tem dois lados,
um certo e outro errado,
que a maioria das pessoas têm duas faces,
uma que se pode ver
e outra que conseguem durante anos esconder.

Um dia eu percebi
que existe a alegria e a tristeza,
a feiúra e a beleza,
o bem e o mau,
o incompleto e o total.

Um dia eu percebi
que, de repente, eu posso não estar mais aqui
e quando eu partir
uns vão chorar muito de saudade,
como se a minha partida
tivesse lhes roubado a felicidade.
Outros, na realidade,
vão chorar por um tempo determinado
e rapidamente estará tudo acabado.

Sinto pelos que vão chorar de remorso,
pelos que não me pediram perdão,
pois enquanto eu estive aqui
não tinham mesmo essa intenção.

Esses são os que mais vão sofrer,
muita falta pra eles eu vou fazer,
pois não poderão mais me atormentar
e, também, não poderão se desculpar.

Um dia eu percebi
que o inferno de muitos
pode ser exatamente aqui.

Silvana Duboc

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

HÁ SONHOS IMPOSSIVEIS?

Mas o que torna um sonho importante para mim?
O tempo que ele leva para se realizar?! 
Ou como foi dificil conquistá-lo?
Talvez seja a alegria de vê-lo realizado e o quanto essa alegria vai durar. 
Seja qual for o sonho não importa...  o que importa é a felicidade.
 Não posso esquecer que os seus sonhos estão no lugar certo,  só preciso dar armas certas para o conquistar e criar bons alicerces para os tornar reais e duradouros...

"Muitos dos nossos sonhos ao princípio parecem impossíveis, depois tornam-se improváveis, e então, quando lhes adicionamos a vontade, rapidamente começam a parecer inevitáveis."
Christopher Reeve




 

domingo, 31 de outubro de 2010

HALLOWEEN NO GRAN CAFFE





Nunca fui muito apologista da ideia de festejar o Halloween e nunca o celebrei com as minhas crianças por considerar que não tem nada a ver com as nossas tradições, mas na realidade esta é mais uma das ideias importadas dos Estados Unidos que a cada ano que passa está a ganhar mais força e mais adeptos,mas.... lá dei comigo a jantar no Gran Caffe,na Avenida dos Aliados.
Uma ementa diabólica:Cogumelos venenosos,Pá de porco com olhos de cabra e arroz das trevas e Crepe com sangue de morcego...estava tudo divinal!...(que contra senso sendo a noite das bruxas!) e o ambiente bastante agradável...
Apologista ou não da noite de Halloween, foi um bom pretexto para uma noite muito bem passada com bons amigos...
Viva as Bruxas!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

COLORIR A VIDA

Escolhi este vídeo da Aquarela de Toquinho  por a considerar uma linda melodia para iniciar uma "dissertação" sobre o desenho infantil mas depois de a ouvir de novo,a minha ideia levou um "volt face"....talvez ainda por me recordar do filme que assisti no sábado passado, em que chorei o tempo todo, mas do qual saí "leve como um passarinho":Sempre que te vejo.É a história de dois irmãos que se adoravam, o mais velho tinha um futuro risonho pela frente depois de ganhar uma bolsa de estudo, viviam com dificuldades económicas mas eram felizes...até que num acidente de viação o mais novo morreu e nada foi como dantes.Simples mas demasiado complexo!
Leva a pensar que não devemos levar tão a sério as" pequenas" contrariedades com que nos deparamos, não devemos dar valor a ninharias ...devemos ser portadores de uma paleta de cores e colorir cada minuto,cada hora,cada dia da nossa vida porque um dia a morte encarregar-se-à de a descolorir... e depois só ficarão as recordações e uma  enorme saudade....
E o desenho infantil? Ficará para um outro dia!....

         
                    

domingo, 24 de outubro de 2010

MATEMÁTICA ,ECOLOGIA E PLÁSTICA UMA EXPOSIÇÃO BOMBÁSTICA!

Quando nos foi proposto em três Unidades Curriculares que aparentemente nada têm em comum ,a realização de trabalhos que no final seriam alvo de exposição no átrio do Instituto Piaget ficamos um pouco apreensivas mas o resultado final é fantástico:um livro jogo "O Passeio dos Triângulos",uma maleta pedagógica para visita ao exterior com o objectivo de preservar e cuidar das dunas e sólidos geométricos... reciclando um máximo de materiais...





Ver para crer!...

TRABALHO DE GRUPO

Num trabalho de grupo quando um perde,todos perdem...quando um ganha, todos ganham...mas quando todos cooperam é mais fácil realizar actividades,existe um máximo de aproveitamento dos talentos de cada um,há uma maior produtividade e criatividade e um conjunto de trocas de experiências,uma maior responsabilização individual e uma maior motivação.
Da partilha de ideias,do diálogo,da divisão de tarefas,surgem emoções e é através desses momentos que se consegue chegar a soluções que não serão de todo definitivas mas serão "um lançar de sementes" para que alguém,depois de nós possa dar continuidade ou concluir o nosso PROJECTO...de vida,de trabalho.
Ao longo da nossa vida por vários motivos vemo-nos "obrigadas" a trabalhar em grupo mas neste momento digo OBRIGADA por ter trabalhado em grupo durante o Complemento de Formação Cientifico Pedagógico para Educadores de Infância no Instituto Piaget,em Gaia.




Embora tenha trabalhado afincadamente para atingir os objectivos a que me propus,num ano que foi particularmente "agitado",chegar ao fim (está quase!!!) só foi possível graças ao apoio incondicional dos meus filhos Lourenço e Marta,de alguns amigos e familiares e do grupo de trabalho que encontrei no Piaget.
Para as EMES aqui fica um agradecimento especial pelos momentos vividos ao longo deste ano de sacrificio, isto é, de formação, onde descobri que o nosso problema não é " falta de dinheiro" mas sim como geri-lo;que a minha" criatividade não sai cá para fora" mas gosto de jarras nos seus lugares; que é possível arrepiarmo-nos com determinadas situações; que os "manquinhos" são tão bons ou melhores que a primeira escolha;que uma peça simples consegue pôr os paus em pé;que....que....que....tanta coisa que poderia ser dita da nossa aventura em Canelas mas só me resta dizer:
- "Cila,Joana,Lecticia ,Romy: OBRIGADA por terem vindo!"

OS PATOS PREFEREM A ESCOLA



"NO TEMPO em que os animais falavam, os bichos constataram que o meio em que viviam começava a tornar-se cada vez mais complexo e havia que impor novas hierarquias, estabelecer novos parâmetros de comportamento, uma vez que já não chegavam os seus instintos inatos para enfrentar as modificações do meio. Esta necessidade deu lugar à ideia de ESCOLA: uma estrutura social, que os habilitaria, A TODOS, para enfrentar as crescentes modificações a que assistiam. Foram escolhidos os melhores animais para a docência, isto é, os reconhecidos como mais experientes, alta profissionalização nos seus domínios específicos, grandes títulos em competições. O reconhecimento destas qualificações envaideceu-os, naturalmente, e a maioria esqueceu, desde logo a razão por que estava ali. Com muitas reuniões gerais de professores, muitas reuniões de grupo, reuniões de conselho pedagógico, de departamento, de secções, reuniões de conselho executivo, etc… escolheram o seguinte currículo: Nadar, Correr, Voar, Galpar montes e saltar obstáculos.
Os primeiros alunos foram o Cisne, o Pato, o Coelho e o Gato.
Começadas as aulas, cada professor, altamente preocupado com a sua disciplina, preparava primorosamente a matéria, dava sem perder tempo, procurando cumprir o programa e a planificação do mesmo. Faziam, assim jus aos seus títulos e competências. Mas os alunos iam-se desencantando com a tão sonhada escola. Vejam o caso particular de cada aluno:
- O Cisne, nas aulas de correr, voar e galpar montes era um péssimo aluno. E mesmo quando se esforçava, ao ponto de ficar com as patas ensanguentadas das corridas e calos nas asas, adquiridos na ânsia de voar, tinha notas más. O pior era que, com o esforço e desgaste psicológico despendido nessas disciplinas, estava a enfraquecer na natação, em que era o máximo.
- O Coelho, por sua vez padecia nas matérias de nadar e voar. Como poderia voar se não tinha asas? Em se tratando de nadar, a coisa também não era fácil não tinha nascido para aquilo. Em contrapartida, ninguém melhor do que ele, corria e galpava montes.
- O Gato tinha problemas idênticos ao do coelho, nas disciplinas de natação e voo. Ele bem insistia com o professor que, se o deixasse voar de cima para baixo, ainda poderia ter êxito. Só que o professor não aceitava essa ideia louca: não estava contemplada no programa aprovado e o critério de selecção era igual para todos.
- O pato, finalmente, voava um pouquinho, corria mais ou menos, nadava bem mas muito pior do que o cisne, e desastradamente, embora com algum desembaraço, até conseguia subir montes e saltar obstáculos. Não tinha reprovações a nenhuma disciplina, como os seus restantes colegas o que fazia sumamente brilhante nas pautas finais. Os professores consideraram-no o aluno mais equilibrado, deram-lhe a possibilidade de prosseguir estudos e, com tantos “atributos”, até fomentaram nele a esperança de um dia, poder vir a ser professor.
Os restantes alunos estavam inconformados. Nada tinham contra o pato, gostavam dele, compreendiam o seu grau mínimo de suficiência a todas as disciplinas, mas, perguntavam-se: a espantosa capacidade do Coelho em saltar obstáculos, correr e galgar montes não poderia ser aproveitada para enfrentar as tais novas situações sociais, que os levaram a ter a ideia de ESCOLA? E o Gato? De nada lhe serviria correr e saltar melhor do que o pato? E que utilidade teria, para o cisne, nadar como nenhum outro? –Cada um tinha, de facto, a sua queixa justificada. Escola, pensavam eles era o local onde aperfeiçoariam as capacidades que tinham, de modo a po-las ao serviço da sociedade. Se as coisas já estavam difíceis, que fazer agora com a tremenda frustração de não servirem para nada? Foram falar com os professores. As limitações de cada um eram um facto, eles sabiam que jamais seriam polivalentes, de modo a terem grandes escolhas. Contudo, se reprovassem no ano seguinte estariam exactamente na mesma situação.
Os professores lamentaram muito. Havia um programa, superiormente estabelecido e a questão era só esta: Ninguém tinha média igual ao do pato e, por isso, na sua mediocridade, ele era, estatisticamente superior a todos.
Os outros alunos abandonaram a escola. Desde então por razões óbvias a escola atrai mais os patos e, na sociedade são eles que mais dominam"

Fernanda Torrinha/Dulce Bento


Tive contacto com este texto no Complemento de Formação e senti vontade de o partilhar....chegou a hora de, nos nossos Projectos Curriculares de Turma efectivamente pensarmos em currículos adequados às nossas crianças. O lema "a escola para todos"é bonito mas teremos que pensar em cada um em particular!Se assim não for correremos o risco de a próxima geração "dar um jeitinho" em tudo e não ser especializada em nada!...



















sexta-feira, 22 de outubro de 2010

AS CEM LINGUAGENS



A criança é feita de cem.
A criança tem cem mãos,
cem pensamentos,
cem modos de pensar,
de jogar e de falar.
Cem, sempre cem modos de escutar as maravilhas de amar.
Cem alegrias para cantar e compreender.
Cem mundos para descobrir.
Cem mundos para inventar.
Cem mundos para sonhar.
A criança tem cem linguagens
(e depois, cem, cem, cem),

Mas roubaram-lhe noventa e nove.
A escola e a cultura separam-lhe a cabeça do corpo.
Dizem-lhe: de pensar sem as mãos,
de fazer sem a cabeça,
de escutar e de não falar,
de compreender sem alegrias,
de amar e maravilhar-se
só na Páscoa e no Natal.
Dizem-lhe: de descobrir o mundo que já existe
e de cem, roubaram-lhe noventa e nove.
Dizem-lhe: que o jogo e o trabalho,
a realidade e a fantasia,
a ciência e a imaginação,
o céu e a terra,
a razão e o sonho,
são coisas que não estão juntas.
Dizem-lhe: que as cem não existem.
A criança diz: ao contrário, as cem existem.

Loris Malaguzzi

domingo, 17 de outubro de 2010

QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO

QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO

O conceito de Educação contem em si a ideia de perfeição, insistindo no contacto e influência humana.
A Educação é intencional e sistemática possuindo uma dimensão integral. É um processo interacional, dinâmico e intemporal, isto é, implica o “outro”, visa o desenvolvimento integral e equilibrado de todas as faculdades do ser Humano, numa perspectiva sistemática e ecológica.
A Educação contribui para que o Homem se torne um membro útil socialmente, seja íntegro, crítico e criativo, e não um mero repetidor das ideias dos outros, procurando a sua auto satisfação nas diferentes vertentes da vida.
Do relatório para UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o séc. XXI coordenada por Jacques Delors, estabeleceram-se quatro pilares definidores da estratégia da Educação Humana:




• Aprender a conhecer
• Aprender a fazer
• Aprender a viver juntos/com os outros
• Aprender a ser


APRENDER A CONHECER
Tem como finalidade o prazer de compreender, conhecer e de descobrir exercitando a atenção, a memória e o pensamento. Este é um processo inacabado, múltiplo e evolui infinitamente uma vez que se pode aprender e enriquecer com qualquer experiência em qualquer altura da vida.

APRENDER A FAZER
Este e o primeiro pilar são em certa medida indissociáveis, embora este esteja ligado à formação profissional: como ensinar o aluno a levar à prática os seus conhecimentos e como adaptar a educação ao trabalho futuro.

APRENDER A VIVER
É sem dúvida o pilar orientado para as atitudes, valores e o viver em cidadania. Sendo o mundo actual, um mundo de violência, é difícil viver em comunidade!
É necessário a descoberta progressiva do outro (e a descoberta do outro passa pela descoberta de si próprio) e a participação em projectos comuns, pois quando se trabalha em conjunto, as diferenças e os conflitos tendem a esbater-se.
Desenvolver uma atitude de empatia na escola é extremamente útil para toda a vida, assim a educação formal deveria reservar tempo para iniciar os jovens em projectos de cooperação, como por exemplo acções humanitárias.

APRENDER A SER
A Educação deve contribuir para o desenvolvimento total da pessoa: espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade, etc, para que se formem indivíduos autónomos, intelectualmente activos e independentes, capazes de estabelecer relações interpessoais, de formular os seus próprios pensamentos e juízos de valor, para poder decidirem por si mesmo nas mais variadas circunstâncias da vida.












quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A SABEDORIA DAS CRIANÇAS

Num período em que vivo com mil e uma coisas na minha cabeça e uma lista infindável de coisas para organizar é com as crianças que eu descubro que não vale a pena "stressar"...devemos fazer como nos disse Raul Solnado "Façam o favor de ser felizes"



                     

terça-feira, 12 de outubro de 2010

MAFALDINHA DE SEMPRE

                                 

EDUCAÇÃO PELO EXEMPLO

Não são só os profissionais de educação que têm o dever de educar...pois as crianças aprendem com todas as suas vivências, dentro e fora da escola!...


                     

REQUISITOS PARA UMA EDUCADORA

O que uma Educadora deve ter...

Uma memória de elefante, para de tudo se lembrar.
Uma paciência de anjo, para a todos educar.
Olhos à volta da cabeça, para tudo poder ver.
Resposta automática, para a todos responder.

Microfone incorporado, para tudo registar.
Umas costas bem largas, para tudo isto aguentar.
Ouvidos com controlo de intensidade, para não ficar com a cabeça atordoada.
E uma voz bem resistente, para não ter de ficar calada.

Oito braços como um polvo, para a todos ajudar.
E um coração de criança, para tudo apreciar.
Um bom filtro nasal, para aos maus cheiros resistir.
E um enorme bom humor, para tudo encarar a rir!

Mais 10 dedinhos de fada, que ajudem a trabalhar…
E umas pernas de atleta, para os mais pequenos apanhar.
Conhecimentos de informática, para usar o computador.
E também de medicina, para aliviar a dor.

Precisa também de ter muita cultura geral.
E nas áreas científicas, não poderá dar-se mal…
Biologia, Matemática e também Meteorologia.
Para além de Físico-química e também Geografia.

Tem de saber Psicologia, para lidar com as pessoas.
E dizer, sem magoar, às vezes coisas menos boas…
Enfim, uma Educadora à medida da necessidade,
Só feita por encomenda, não vos parece verdade?

(Autor Desconhecido)